Boas práticas para preservar sua casa

Para evitar desgastes na estrutura da sua residência, separamos dicas para cuidar a vida útil do seu lar

Escrito por HDI Seguros 08/04/2019

Prevenir ao invés de remediar é o ideal para evitar problemas com seu imóvel. Todo proprietário sabe que esse tipo de investimento necessita de muito carinho e dedicação na conservação e valorização de cada detalhe. Para que sua casa esteja sempre bem cuidada e longe de problemas, organizamos uma lista de conselhos voltadas à manutenção da residência, evitando gastos desnecessários no orçamento.

Um item que atrai muita dor de cabeça é a parte hidráulica. Entre os principais problemas está o risco de umidade ou vazamento. Um sinal fundamental para evitar crises é verificar a situação das torneiras e registros, além de ficar de olho no gasto mensal da conta de água, observando qualquer variação. Ralos e sistemas de descarga também devem ser inspecionados com frequência.

Outra dica é investir na limpeza dos rejuntes de pisos, azulejos, pias e vasos sanitários. Uma boa higienização com escova de cerdas macias ou esponja auxiliam na preservação do material, além de evitar infiltrações. O segredo é utilizar detergente ou sabão neutro.

Já a parte elétrica é a base da segurança da casa. Quanto mais antiga for a residência, maior deve ser o cuidado com a manutenção. Mantenha sempre em ordem os quadros de força e não esqueça de desligar a chave geral antes de fazer qualquer reparo. Como essa questão envolve detalhes técnicos, recomenda-se a presença de um especialista para reformas maiores.

Outro ponto da casa que merece cuidado é a área externa. O jardim, considerado o cartão de visita da residência, deve ser preservado periodicamente pela beleza e possíveis problemas ao imóvel. Recomenda-se estar atento ao crescimento de plantas e aparecimento de pestes.

Ainda fora da residência, o telhado é uma das últimas coisas que nos preocupamos até que um problema ‘caia do céu’. Revisar a cobertura, especialmente, após chuvas fortes é fundamental, lembrando sempre de conferir se há telhas quebradas ou mal encaixadas, o que pode ocasionar goteiras ou problemas no forro.

Para evitar qualquer prejuízo, mantenha sempre a manutenção periódica de todos os aspectos do imóvel em dia. A vistoria de um profissional especializado é fundamental para evitar maiores custos.

É importante lembrar que os gastos na manutenção devem ser encarados como um investimento no futuro da residência. Para quem está pensando em fazer negócios no futuro, redobre ainda mais os cuidados com aspectos hidráulicos e elétricos, fundamentais na preservação da estrutura. Suspeite de pequenos problemas e invista na precaução.

Fonte:

https://www.omo.com/br/se-sujar-faz-bem/organizacao/como-e-quando-fazer-a-manutencao-da-sua-casa.html