Como cotar um seguro de automóvel?

Fazer a cotação do seguro do seu carro ou da sua casa parece uma tarefa simples. E é, porém requer muita atenção para que tudo o que você deseja esteja coberto.

Escrito por HDI Seguros 03/07/2017

Quando for falar com o corretor, seja claro em todos os itens que são importantes para você e certifique-se de passar todas as informações, de forma que sua cotação chegue completa.

São itens básicos que influenciam no valor do seu seguro: idade do condutor, tempo de habilitação, sexo do motorista, modelo do veículo, local de residência, estacionamento, rastreadores e dispositivos de segurança que o carro possua.

Outros fatores também influenciam no valor do seguro e requerem a sua atenção na hora de cotar (um preço mais barato pode ter deixado alguma coisa de lado e na hora do sinistro vem a surpresa desagradável). Dentre esses fatores estão: a cobertura (apenas roubo e furto, ou inclui também colisões e danos a passageiros, terceiros e outros?), guincho (qual a quilometragem que está coberta pelo guincho), carro reserva (quanto tempo de carro reserva).

Nunca minta para seu corretor a fim de reduzir o valor do seu seguro, isso pode causar sérios problemas muita dor de cabeça no caso de um sinistro.

Sempre peça as propostas completas das seguradoras e não apenas os valores, para que possa comparar se todas as propostas cobrem os mesmos itens.

Assim que optar por uma seguradora, confirme novamente TODAS as coberturas assim que receber a apólice (por mais tentador que seja guardá-la assim que ela chega em casa). Se algo estiver diferente do que você contratou, essa é a hora de acionar seu corretor e pedir a correção.