Programe-se para o pagamento do IPVA!

Começo de ano é o momento perfeito para planejar o orçamento e quitar o imposto do seu veículo com desconto.

Escrito por HDI Seguros 04/01/2021

Todo mês de janeiro é importante fazer um balanço financeiro e se organizar para o ano que se inicia. E nada melhor do que se planejar quitando contas fixas ou então organizando melhor o orçamento para resolver essa pendência na hora certa. Esse é o caso do IPVA, uma realidade para milhões de brasileiros que são donos de veículos no Brasil. Para não transformar esse momento de organização num problema, selecionamos algumas informações importantes sobre o assunto e vamos te ajudar a achar a melhor forma de quitar esse imposto.

Primeiro, é importante recapitular o que significa o IPVA, especialmente para quem está começando agora na rotina do primeiro carro. O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é uma cobrança nacional que está relacionada com a propriedade de um veículo, como carros e motocicletas. É um imposto recolhido de forma estadual, ou seja, os estados e o Distrito Federal se organizam para cobrar e receber esse tributo.

Ele existe para que o os estados realizem melhorias e façam a manutenção diária em estradas, ruas e rodovias. Uma porcentagem de 20% dele é concedido ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) e o restante é repartido entre o estado e o município onde o veículo está registrado. Há alguns casos de isenção dessa tarifa, como pessoas com deficiência (PCD), portadores de doenças crônicas e donos de carros produzidos há mais de 20 anos.

O IPVA pode ser pago de duas formas: à vista (com desconto) e parcelado em até três vezes. O pagamento à vista é realizado em janeiro, com desconto de 3%. Quem optar pelo parcelamento deve ficar atento às datas, uma vez que elas variam de acordo com o número final da placa do seu carro. Portanto, os veículos de final um, tem até o dia nove de janeiro para quitar a primeira parcela ou fazer o pagamento com desconto. Os carros de final dois, tem até o dia dez, os de final três, até o dia 11 e assim por diante.

O preço a ser pago pelo imposto é calculado basicamente sob o valor total do veículo. No caso dos caminhões, é cobrado 1,5% do total; motos, ônibus e micro-ônibus (2%) e automóveis (4%). Lembre-se que a cada ano pode ocorrer reajustes em relação do preço do IPVA, variando de acordo com o ano de fabricação do veículo, o porte do veículo e outros fatores.

Para compreender melhor como funciona essa cobrança e qual é a situação do seu veículo, acesse o site da Secretaria da Fazenda do seu estado e se informe. Lembrando que o pagamento do IPVA pode ser realizado em bancos autorizados, casas lotéricas e via internet, sendo necessário portar apenas o número do Renavan.

Fonte: